Postagem em destaque

Veja como localizar o número do seu PIS ou NIS pela internet

Número de Identificação Social, também chamado de PIS/PASEP ou NIT, é necessário para consultar o saldo das contas do FGTS. Para con...

Não achou a matéria? Pesquise aqui!

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Manifestantes interditam Dutra por quase 2h em Caçapava, SP

Manifestantes interditam a Dutra em Caçapava, SP — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação


Manifestantes interditam a Dutra em Caçapava, SP — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação


Os manifestantes invadiram a pista no km 120 no sentido São Paulo da rodovia por volta das 6h30. O grupo interditou a pista e ateou fogo em pneus. Pista foi liberada por volta das 8h20.


Um protesto de manifestantes sem terra da União Nacional Camponesa (UNC) na manhã desta segunda-feira (26) interditou por quase duas horas as pistas sentido São Paulo da Dutra em Caçapava (SP).

Manifestantes interditam a Dutra em Caçapava, SP — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Manifestantes interditam a Dutra em Caçapava, SP — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

O grupo invadiu a pista na altura do km 120, no sentido São Paulo, por volta das 6h30 e só deixou a rodovia por volta das 8h20.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, cerca de 80 pessoas ocupam a rodovia e atearam fogo em pneus. Durante o protesto, houve uma confusão entre motociclistas que queriam passar e os manifestantes.



De acordo com a concessionária que administra a Dutra, às 8h20 eram pelo menos sete quilômetros de congestionamento no trecho por causa do protesto. A Polícia Rodoviária Federal foi até o local e fez a liberação da via.

Em nota, o movimento UNC informou que o protesto é uma cobrança pela agilidade na desapropriação de áreas na região do Vale do Paraíba e no processo da reforma agrária.

O grupo pleiteia quatro áreas na região. Uma delas é uma fazenda às margens da Dutra em Taubaté, que é ocupada por 170 famílias. Além dessa, eles consideram prioritárias duas áreas em Caçapava e uma em Pinda.


fonte; G1 Vanguarda

Nenhum comentário:

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE