sábado, 22 de fevereiro de 2020

Militância de esquerda - Escola Vigário Geral abre carnaval do Rio com crítica a Bolsonaro

Bozo de faixa presidencial,f azendo arma com a mão tema; “O conto do vigário”
A escola de samba Acadêmicos de Vigário Geral participou da 1ª noite dos desfiles da série A do carnaval carioca com críticas ao presidente Jair Bolsonaro.
A agremiação encerrou o desfile da 6ª feira (21.fev.2020) com 1 um carro com o palhaço Bozo, vestido com uma faixa presidencial e fazendo o gesto de arminha com as mãos. O tema do desfile foi “O conto do vigário”.
De acordo com o jornal o Globo, quando o carro passou pelos setores 2 e 3 da avenida foi aplaudido e vaiado.
Críticas a políticos também apareceram na ala “Bloco Sujo”. Os passistas vestiam fantasias comuns do carnaval de rua como marinheiro, diabo e palhaço e carregavam cartazes com as palavras “Educação”, “Saúde”, “Democracia” e “Cultura”.
O vereador Tarcísio Motta (Psol) participou do desfile. Em sua conta no Instagram postou uma foto ao lado do carro alegórico com o palhaço.
Na 6ª feira (21.fev.2020), 7 agremiações do Grupo de Acesso da Série A, organizado pela Lierj (Liga independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro), começaram a disputa para a vaga de acesso ao Grupo Especial no Carnaval de 2021.

REPERCUSSÃO

Deputados de esquerda compartilharam fotos do desfile.

fonte: Poder360

Nenhum comentário:

Postagens mais visitadas