ANUNCIE SEU PRODUTO - e-mail net4eduardo@gmail.com - Apoio crescente ao general Mourão aumenta tensão nos quartéis - ANUNCIE SEU PRODUTO - email net4eduardo@gmail.com - Após zerar testes de colisão, Onix terá reforços estruturais - Minístro da Fazenda Henrique Meirelles é hostilizado em Nova York, assista

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Violência no Rio: PM morto no Vidigal estava sozinho, diz colega




O sargento Hudson Silva Araújo, de 46 anos, estava sozinho quando foi baleado no Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio. Ele foi o 91º PM morto em 2017.
O Bom Dia Rio teve acesso ao rádio da PM em que um colega de Hudson repassa a informação. "Confirmou: policial baleado, policial baleado, comandante. E sozinho, comandante, sozinho. Tem ninguém lá".



Aos 46 anos ele queria se aposentar daqui a três. O sargento foi levado ao Hospital Miguel Couto, mas não resistiu ao ferimento e morreu.
No domingo, a PM fez uma operação na comunidade mas não encontrou os suspeitos.
Além da mobilização da PM, a Divisão de Homicídios da Polícia Civil também investiga o caso. O número de militares direcionados para a operação não é divulgado pela PM por uma questão estratégica.
O sargendo Hudson Silva de Araújo patrulhava uma das principais vias da comunidade quando foi baleado na troca de tiros. O PM chegou a ser socorrido por outros policiais para o Hospital Miguel Couto, que também fica no Leblon, foi operado às pressas, mas morreu na mesa de cirurgia.
A Coordenação de Polícia Pacificadora comunicou que Hudson era supervisor de equipes na UPP Vidigal e completaria 15 anos na corporação em setembro deste ano. O PM era casado e deixa duas filhas. Por enquanto, o corpo do policial continua no Miguel Couto e, mais tarde, ainda nesta manhã, será encaminhado ao Instituto Médico Legal.


fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RANCHO D' AJUDA

POSTAGEM EM DESTAQUE

Volkswagen antecipa retorno do terceiro turno no ABC

AS MAIS VISTAS

Seguidores

COMPARTILHAR POSTAGENS