Postagem em destaque

O inferno californiano

DESTRUIÇÃO Mais de 8 mil imóveis e edifícios foram destruídos. Em Malibu, celebridades tiveram de deixar suas casas, como o ator Gerard ...

Não achou a matéria? Pesquise aqui!

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Preparação para falso atentado? PT já culpa Bolsonaro “se algo acontecer” com Haddad, Manuela ou Lindbergh



Parece que esta semana ainda reserva uma "false flag": Gleisi já está "notificando" Bolsonaro pela responsabilidade "se algo acontecer" a Haddad ou Lindbergh. "Se"?

Gleisi Hoffmann, presidente do PT e um dos nomes fortes das alas mais radicais de um partido já demasiadamente radical, fez uma declaração estranha, afirmando que o PT irá notificar judicial e extra-judicialmente o candidato Jair Bolsonaro “se alguma coisa acontecer” com Fernando Haddad ou Lindbergh Farias.

Por que a escolha destes dois nomes? Lindbergh, de acordo com a ex-revista Veja, anda preocupado com o risco de ir para cadeia, agora que não possui mais foro privilegiado. E Haddad, despencando nas pesquisas, perdendo pontos para Bolsonaro mesmo após o “efeito Folha” (da reportagem sem provas contra ele), e que já partiu para o tudo ou nada há muito, teria ao menos um último canto de cisne forjando um atentado contra si.

O PT tem se especializado no que se chama de false flag, como o incêndio no Reichstag que iniciou o nazismo: forjar um pseudo-atentado, posar como “vítima” de uma perseguição e, então, usar todas as armas legais e ilegais contra o inimigo. É o que parece que irá fazer na reta final das eleições, para depois tentar impugnar a candidatura de Bolsonaro. Se não pode fraudar todas as urnas, que tal ignorá-las?



Basta-se lembrar dos supostos “tiros” na caravana de Lula, enquanto o ex-presidente não era preso. Um jornal do Paraná já havia alertado quase 3 meses antes que o MST planejava criar um falso atentado em Quedas do Iguaçu, exatamente a minúscula cidade onde os tiros acertaram a caravana sem ninguém ver quem foi o autor dos disparos.
Lembremo-nos do Reichstag. Tempos sombrios podem estar à espreita.

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE