Postagem em destaque

'Quando vi as chamas, não acreditei', conta sobrevivente de incêndio na Califórnia

Há dez dias, um incêndio florestal de proporções históricas está devastando uma parte da Califórnia, nos Estados Unidos. São dezenas de m...

Não achou a matéria? Pesquise aqui!

terça-feira, 16 de outubro de 2018

PSTU declara voto em Haddad, mas diz que não dará apoio a eventual governo do PT

Resultado de imagem para vera lucia pstu apoia haddad


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sigla da presidenciável Vera Lúcia, o PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado) decidiu pregar no segundo turno que seus filiados votem "no 13, sem nenhum apoio político" a Fernando Haddad (PT).A sigla divulgou nota nesta quarta-feira (10) chamando seus apoiadores para "derrotar Jair Bolsonaro [PSL] nas urnas e nas ruas" e para "preparar a greve geral em defesa da aposentadoria, dos direitos trabalhistas e do emprego"."No segundo turno, seja Jair Bolsonaro, do PSL, ou Fernando Haddad, do PT, se eleitos, atacarão nossos direitos e condições de vida para favorecer os banqueiros e grandes empresários, que os financiam e apoiam", afirmou o PSTU.Apesar das críticas a ambos e de falar que fará oposição a qualquer um dos vencedores, o partido é contra Bolsonaro porque diz que ele "defende um projeto de ditadura", a tortura e "um ponto final em todos os ativismos"."O Brasil precisa de uma rebelião operária e popular e de um projeto socialista", disse a legenda, repisando o discurso de Vera Lúcia durante a campanha eleitoral.Ela terminou o primeiro turno em 11º lugar, com 55.762 votos (0,05% do total).





fonte: youtube/TVCidadeVerde
folhapress

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE