Postagem em destaque

'Quando vi as chamas, não acreditei', conta sobrevivente de incêndio na Califórnia

Há dez dias, um incêndio florestal de proporções históricas está devastando uma parte da Califórnia, nos Estados Unidos. São dezenas de m...

Não achou a matéria? Pesquise aqui!

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Relatório da PF aponta que Lula recebeu vantagens em obras feitas em Cuba, República Dominicana e Angola

Resultado de imagem para RELATÓRIO DA PF APONTA QUE LULA RECEBEU VANTAGENS EM OBRAS FEITAS EM CUBA, REPÚBLICA DOMINICANA E ANGOLA

A PF está investigando a relação entre o ex-presidente Lula e empréstimos do BNDES feitos com a intervenção do Ministério de Desenvolvimento Indústria e Comércio durante a gestão do petista

(a informação é do portal JOTA notícias)
Investigadores da PF indicam que Lula “incorreu em conduta tipificada no código penal, pois teria usado do seu prestígio político e da sua condição de ex-presidente para influenciar governos estrangeiros e interferir nos procedimentos de financiamento do BNDES, tudo em prol da Odebrecht,
As obras do Porto Mariel, em Cuba, aparecem entre as investigações.

O JOTA informou que os investigadores apontam que “Lula atuava como verdadeiro lobista da construtora Odebrecht nos países visitados, defendendo os interesses da empresa e promovendo-a junto aos governos estrangeiros e ao BNDES”.
Há “indícios de que, ao longo dos anos de 2011 e 2014, o ex-presidente teria recebido vantagens econômicas indevidas, direta e indiretamente, do conglomerado Odebrecht, a pretexto de influir em atos praticados por agentes públicos estrangeiros, notadamente na República Dominicana, Cuba e Angola, além de facilitar e/ou agilizar o trâmite de procedimentos de financiamentos de interesse do conglomerado referido no âmbito do BNDES”.
NOTA DOS INVESTIGADORES SOBRE O BNDES
“São fartos os elementos que apontam no sentido de que Lula também influenciava a atuação do BNDES, facilitando a concessão de financiamentos aos países que contratariam a Odebrecht”.
O DOCUMENTO DIZ AINDA:
 “Esta interferência explícita do governo e de Luiz Inácio Lula da Silva e pessoas ligadas a ele nas decisões do BNDES transparece em trechos da delação premiada do senador Delcídio do Amaral”.
REPÚBLICA DOMINICANA
Investigadores apontam que os empréstimos do BNDES à República Dominicana aumentaram “consideravelmente nos anos de 2013, 2014 e 2015”. Conclui o documento: “Houve, portanto, substancial aumento da atuação do BNDES na República Dominicana após a visita de Lula ao  país”.
A comitiva de Lula ao país entre 31/5 a 2/6/2011 foi recepcionada por José Dirceu e Marcelo Odebreht.
Nota Instituto Lula
Lula sempre atuou dentro da lei, em defesa do Brasil, como fazem ex-presidentes em todo o mundo.
Por isso mesmo, Lula não é parte da operação policial desta manhã, nem poderia ser.

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE