Postagem em destaque

Dono da Havan humilha grupo UOL/Folha de S. Paulo após matéria sobre Bolsonaro, Whatsapp e 'Fake..

fonte: youtube/Folha Política

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Polícia procura médico que fez procedimento estético em mulher

Resultado de imagem para dr bumbum procurados

Uma paciente que passou por um procedimento estético com o médico Denis Furtado, conhecido como Dr. Bumbum, prestou depoimento na Polícia Civil na última quarta-feira (18). Ela afirmou que passou por um procedimento estético para aumento de glúteos no apartamento do médico, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Ela conta que teve complicações.

“Desde o começo, a secretária já me passou o endereço, que seria em uma cobertura na Barra da Tijuca. Entrando na casa, era normal. Onde ele fazia o procedimento tinha uma maca, né? Por isso eu não desconfiei tanto. Ele foi, me deu um calmante para me tranquilizar um pouco, porque eu estava muito nervosa, fiz o procedimento e saí de lá bem. Depois de uma semana que deu infecção. Foi horrível”, destacou a paciente, que contou que sofreu com dores fortes.




O médico também é acusado de não seguir procedimentos sanitários básicos.
“A pessoa que auxiliava ele, que ele dizia ser técnica de enfermagem, me deu uma touquinha para eu colocar no meu cabelo. E essa touquinha já era utilizada, porque estava suja de base.

O médico Denis Furtado e a mãe, Maria de Fátima, seguem foragidos. Eles foram indiciados pela morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, que se submeteu a um procedimento no dia 14 de julho e teve complicações graves horas depois.

O boletim médico do Hospital Barra D’Or, para onde a bancária foi levada após passar mal, mostra que ela chegou à unidade com falta de ar, taquicardia e pele azulada. Lilian foi levada por Denis; a mãe, Maria de Fátima; Renata Cirne, a namorada dele, e pela técnica de enfermagem Rosilane Pereira da Silva.

O boletim diz que a paciente chegou lúcida e contou que tinha sido submetida a um implante de cerca de 300 mililitros de silicone em ambos os glúteos. De acordo com o documento, a hipótese inicial foi de embolia pulmonar devido à aplicação do silicone. A paciente morreu à 1h12 do domingo (15).

O Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj) vai encaminhar ao Conselho Federal de Medicina, nesta quinta-feira (19), o pedido de suspensão cautelar do médico Denis Furtado, acusado de realizar procedimento estético em local inadequado.

A mãe do médico, Maria de Fátima, teve o registro para exercer a Medicina cassado em 2015 por propaganda enganosa e falta de rigor científico.

A advogada responsável pela defesa do médico, Naiara Baldanza, afirmou na quarta (18) que o profissional “sofre de síndrome do pânico”. Segundo ela, esse é o motivo para ele ainda não ter se apresentado à Polícia Civil.


fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Entre em nosso Grupo de Notícias WhatsApp

Flagra! Chevrolet Spin renovada é vista disfarçada antes da estreia