Postagem em destaque

EUA detectam ações do Iran, Hezbollah e Venezuela nas eleições do Brasil

fonte: youtube/ Joice Hasselmann TV

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Raúl Castro sai de cena, mas não deixa o poder em Cuba, socialismo aclamado pelo PT

Cuba: Raúl Castro e Miguel Díaz-Canel

Ditador, que conclui mandato à frente do Conselho de Estado, manterá liderança militar e do partido


A anunciada partida de Raúl Castro, que passará o comando de Cuba para um líder da nova geração política, é uma substituição simbólica para o país, liderado pelos Castro durante os últimos sessenta anos. Pela primeira vez, o presidente não terá feito parte da geração “histórica” ​​da revolução de 1959 e não vestirá farda militar. Também será a primeira vez que a liderança da governista e única sigla do país – o Partido Comunista de Cuba (PCC) – e a Presidência serão exercidos por duas pessoas diferentes.

Tudo indica que o primeiro-vice-presidente, Miguel Díaz-Canel, de 57 anos, será o próximo presidente da ilha caribenha, presidindo o Conselho de Estado, máximo órgão do governo de Havana. Homem formado no PCC, Díaz-Canel é o número dois do governo desde 2013 e foi preparado para assumir a posição.

A transição, entretanto, tem mais simbolismo do que peso político, sendo parte de um roteiro bem orquestrado pela atual gestão. A ilha continuará sendo comandada pelo Partido Comunista e, portanto, por Raúl Castro, que manterá a posição de primeiro-secretário da legenda, aos 86 anos.


fonte: Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Entre em nosso Grupo de Notícias WhatsApp

Flagra! Chevrolet Spin renovada é vista disfarçada antes da estreia