Postagem em destaque

"Adeus Corinthians", Carille aceita proposta do Al Wehda e deixa o timão

Fábio Carille não é mais técnico do Corinthians. Nesta terça-feira, o treinador aceitou a proposta de dois anos de contrato com o Al Wehd...

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Traficante do complexo do Alemão celebra réveillon com disparo de fuzil capaz de derrubar avião

Delegado mostra o tamanho da munição de fuzil .50 em comparação a outras armas (Foto: Reprodução/Tv Globo)

A virada do ano no Rio não teve só o barulho dos fogos de artifício: no complexo de favelas do Alemão, Zona Norte do Rio, os moradores foram obrigados a ouvir também disparos de fuzil ponto 50 - uma arma de uso exclusivo das Forças Armadas, que pode derrubar até um avião.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, em vez de rojões, o traficante da Favela da Grota faz disparos com a arma de guerra, de alto poder de destruição. As imagens foram analisadas pelo delegado assistente da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme).

"Podemos afirmar que é um fuzil .50, uma arma pouco usual na mão de traficantes. O fuzil .50 tem energia e alcance suficiente pra causar um grande estrago em aeronaves, podendo até, eventualmente, vir a derrubá-las", explica o delegado da Delegacia de Armas e Explosivos, André Leiras.

A comparação entre o projétil de uma ponto 50 e as munições dos fuzis mais usados pelo tráfico impressiona. De 2015 até agora, apenas uma metralhadora ponto 50 foi apreendida no Rio, no complexo do Chapadão.

Segundo as investigações, o fuzil chegou às mãos dos traficantes por meio de Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, um dos maiores fornecedores de armas para as favelas do Rio, preso em dezembro, no Paraguai. Marcelo levava uma vida de luxo no país vizinho, financiada pela venda de armas.

Ele comercializava armas de todos os calibres, e um ponto 50 estava entre os fuzis oferecidos aos traficantes. O RJTV teve acesso a uma troca de mensagens entre ele e um contador da quadrilha, que menciona um saldo de mais de R$ 4 milhões.

Durante as investigações, a polícia obteve uma foto, onde aparecem dois fuzis ponto 50. A suspeita é que as armas estejam em poder dos traficantes do Alemão. E o vídeo do disparo feito com a ponto 50 não é o único registrado na festa de réveillon no complexo.

Em outras imagens, traficantes exibem armas com a inscrição "Trem do 157", que seria uma alusão ao traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, chefe do tráfico na Favela da Rocinha, que também foi preso em dezembro.



fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Scorpions - The Concert Live in Munich - Show Completo

Flagra! Chevrolet Spin renovada é vista disfarçada antes da estreia