Postagem em destaque

Fique atento! Criminosos disfarçados de funcionários da EDP aplicam golpes em São José, SP

Criminosos disfarçados de funcionários da EDP, concessionária de energia que atende 19 cidades da região, aplicam golpes em clientes em ...

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Comerciante alega não ter conseguido votar para presidente e registra BO em São José

Uma comerciante de São José dos Campos (SP) registrou um boletim de ocorrência alegando não ter conseguido votar para presidente. O caso vai ser investigado pela Polícia Civil e apurado pela Justiça Eleitoral.

A comerciante Dora Araújo afirma que foi até a escola Estevam Ferri, no bairro Monte Castelo, para votar. Ela disse que fez os votos para deputado, senador e governador, mas quando chegou na hora de votar para presidente, a urna encerrou a votação e emitiu o comprovante de voto.



"Eu queria fazer meu dever cívico, votar é um direito da gente. Eu estava votando e antes do voto para presidente encerrou a votação. Eu chamei a mesária e falei que faltava o último, mas ela disse que 'agora já foi' e me apressou para sair da sala", afirmou.

Insatisfeita com a resposta, ela procurou outras pessoas e, como não resolveu a situação, decidiu registrar a ocorrência. "Conversei com outros fiscais e eles me disseram que eu tinha que procurar o fórum em dia de semana e fazer uma reclamação formal. Mas eu não me conformei, porque eu queria votar, era o voto mais importante para mim. Por isso, fui até a delegacia fazer o BO", contou a comerciante.

Segundo a Polícia Civil, foi registrado um boletim de ocorrência não criminal e o caso dever ser investigado pelo 2º Distrito Policial.

A chefe do cartório eleitoral, Renata Travassos de Barros, disse que o caso será apurado para verificar se realmente o voto não foi computado. Caso seja constatado o erro, será apurada também de quem é a responsabilidade.


fonte: G1/Vale
Postar um comentário

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE