PEÑAROL X CORINTHIANS

Ex-CEO do Twitter defende fuzilamento de “capitalistas” no paredão

 


O ex-executivo do Twitter, Dick Costolo, causou uma grande controvérsia nas redes sociais quando defendeu que capitalistas fossem fuzilados no “paredão”, na semana passada.

Costolo criticou a empresa Coinbase, uma plataforma que permite a compra e venda de criptomoedas, porque a companhia não estava dando um grande exemplo ao sugerir aos empregados que ficassem calados em questões políticas, informou o TownHall.

Anúncio:

“É o equivalente a dizer aos seus funcionários para ‘calarem a boca”, disse o  ex-executivo do Twitter“As empresas de tecnologia costumavam acolher debates animados sobre ideias e sociedade. Isso era parte do contrato social dentro das empresas e é o que diferenciava a cultura da tecnologia de, digamos, a cultura do banco Wells Fargo. Agora isso é considerado uma distração.” E continuou:

“Abandonar o contrato social com os funcionários em favor de um contrato puramente econômico sob o disfarce de ‘time campeão’ faz de você um banco com uma missão em que ninguém acredita. Boa sorte em conseguir os melhores engenheiros do mundo para trabalhar em um banco.”

Um usuário do Twitter comentou então que “isso será difícil para as pessoas que querem um emprego de ativista com o salário de um técnico, mas a vida é feita de escolhas. Se você quer ser pago para ser um ativista, junte-se a uma organização sem fins lucrativos.”

A este comentário Dick Costolo respondeu:

Os capitalistas que pensam que é possível separar a sociedade dos negócios serão as primeiras pessoas a se alinhar contra a parede e serem fuziladas na revolução. Terei prazer em fornecer comentários em vídeo.”

fonte: Estudos Nacionais.com

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes

O estapafúrdio contrato “ultraconfidencial” entre o Butantan e a Sinovac, que não especifica valor entre as partes