PDT de Ciro vai ao STF por obrigatoriedade na vacina

 


O PDT, seguindo na onda dos partidos de esquerda, também quer obrigar o povo a tomar uma vacina cuja eficácia e segurança ainda não foi comprovada, com o argumento de risco de grave lesão à saúde.

O partido apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma ação pedindo para dar aos estados e municípios o poder de determinar a obrigatoriedade da vacinação da população contra o novo coronavírus.

A ação do partido, ao qual o ex-candidato à presidência Ciro Gomes é filiado, é, evidentemente, uma confrontação da recente declaração do presidente Jair Bolsonaro, que afirmou:

“Tem uma lei de 1975 que diz que cabe ao Ministério da Saúde o Programa Nacional de Imunizações, ali incluídas possíveis vacinas obrigatórias. A vacina contra o covid, como cabe ao ministério da saúde definir essa questão, e já foi definida, não será obrigatória”.Já o partido argumentou, para embasar seu pedido:
“Enquanto o Presidente da República perfilha entendimento soerguido em uma interpretação que pugna pela não-compulsoriedade do programa de imunização, estados da federação adquirem milhões de doses para a vacinação em massa de sua população. O perigo de lesão grave é inconteste, quer à saúde, ao meio ambiente e às finanças públicas”.

Novamente a questão que envolve a esquerda é a descarada e inescrupulosa politização da saúde.

Se Bolsonaro fosse a favor da obrigatoriedade, toda a esquerda fatalmente seria contra.


fonte: Jornal da Cidade online

Comentários