PEÑAROL X CORINTHIANS

CUT mobiliza-se contra o projeto que torna essencial a educação

 

Entidade sindical garante que o projeto de lei põe em risco a vida de professores e alunos

Central Única dos Trabalhadores (CUT) anunciou que vai atuar pela não aprovação da medida que torna essencial a educação. De autoria da senadora Paula Belmonte (Cidadania-DF), o Projeto de Lei (PL) 5595/2020 recebeu sinal verde da Câmara dos Deputados. O texto aguarda parecer do Senado, que deve manter a decisão. Caso o projeto vire lei e seja sancionado, fica proibida a suspensão das aulas presenciais durante a epidemia de coronavírus, em situação de emergência e calamidade pública.

Contudo, se os municípios ou Estados justificarem o fechamento das instituições usando critérios técnicos e científicos, a proibição pode ser derrubada. Já para a CUT, o PL é um “caminho ao abatedouro”. “O projeto põe em risco a vida de cerca de 60 milhões de pessoas, entre professores, alunos e trabalhadores da educação que ficarão expostos ao vírus, podem se contaminar e contrair a forma mais grave da doença, com risco de morte ou sequelas permanentes”, garantiu a entidade, em nota publicada na terça-feira 27.

Com informações: Revista Oeste

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes

O estapafúrdio contrato “ultraconfidencial” entre o Butantan e a Sinovac, que não especifica valor entre as partes