Desempregado tem benefício negado e descobre ocupar cargo de ‘deputado estadual’ em PE, mesmo sem ter sido eleito




Maurício Sandro Correia de Melo, 50 anos, é autônomo e faz parte de trabalhadores informais de Pernambuco que solicitou o auxílio emergencial do governo emergencial, mas seu cadastro não foi aprovado. Segundo o aplicativo da Caixa Econômica Federal, Melo não está apto ao benefício pois, “cidadão exerce mandado eletivo”. O desempregado ficou sabendo que, para o governo, era “deputado estadual”.
Sandro, que realizava, como autônomo, a função de corretor de automóveis, foi candidato a deputado estadual em 2018, mas não foi eleito e nunca teve nenhum tipo cargo público. O grande problema, para ele, é que o resultado não permite nenhum tipo de contestação da análise.
Enquanto sua situação não é resolvida, Sandro, sua esposa e sua filha de 04 anos, sobrevivem com R$ 1.800,00 por mês. O autônomo tem problemas cardíacos e teve que cancelar o convênio médico por conta da crise
*Com informações do G1
fonte: Estudos Nacionais.com

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes