Thelminha, ex-BBB a médica do "fique em casa" recebeu R$ 180 mil da prefeitura de São Paulo para fazer campanha

 

O prefeito, Bruno Covas (PSDB), pagou R$ 180 mil reais para a ex-BBB, “Thelminha” de Assis, campeã da atração global em 2020, fazer campanha nas redes sociais de combate à covid-19. Com mais de 6 milhões de seguidores, a médica tentou influenciar a população a seguir as medidas de controle da doença.

Para receber o valor, bastava “Thelminha” preparar uma sequência de três stories no perfil oficial dela, uma postagem no feed do Instagram e participar de um comercial para a televisão com 30 segundos de duração. Todas as mídias foram divulgadas em YouTube, redes sociais e outros veículos de comunicação da prefeitura paulista.

A ideia era utilizar a imagem da médica, que tem milhões de seguidores em seu perfil e mora na Zona Norte da Capital, para conscientizar os moradores da cidade sobre as ações de combate à pandemia.

A ex-BBB foi escolhida, dentre outras celebridades, por estar “dando um ótimo exemplo quanto ao cumprimento do isolamento social”.

Porém, a “artista” deu mesmo um “show de hipocrisia” ao ser flagrada, em vídeo caseiro, comemorando os últimos dias do ano pandêmico ao lado de amigas, aglomeradas em uma ilha paradisíaca.

Os internautas paulistas, que vêm sofrendo com consecutivos lockdowns, claro, não perdoaram o fingimento e deram início a uma série de mensagens repudiando a atitude irônica da médica.

“Gente que se vende por qualquer coisa. É o velho ditado: ‘pagando bem, que mal tem???”, concluiu um cidadão.

Confira:

Com informações: Jornal da Cidade online 

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes

O estapafúrdio contrato “ultraconfidencial” entre o Butantan e a Sinovac, que não especifica valor entre as partes